25 September 2014

Mudança religiosa na América Latina, presente, passado e futuro

Desde os anos 50 até a atualidade, a América Latina viveu uma verdadeira “revolução silenciosa” na qual foram transformados os modelos econômico e de desenvolvimento e a estrutura social, variou o modelo político predominante e, também, houve profundas mudanças culturais.

Frente à tradicional homogeneidade religiosa latino-americana vinculada ao catolicismo, a diversificação religiosa produto do avanço das diferentes igrejas protestantes, evangélicas e pentecostais, fez mais complexo o panorama religioso na América Latina e especialmente em países como Guatemala, Honduras, Brasil e Chile.

Por outro lado, a recente emersão da candidatura de Marina Silva nas eleições presidenciais brasileiras pôs em primeiro plano o peso e a importância que os evangélicos têm na política de alguns países latino-americanos.

Este relatório especial analisa o passado, presente e futuro do poder religioso na América Latina, o rápido crescimento dos diferentes ramos das igrejas evangélicas, sua grande capacidade de adaptação, flexibilidade e sua grande conexão com os setores populares, ao compasso das mudanças sociais.

Jorge Cachinero, Diretor Corporativo de Inovação da LLORENTE & CUENCA

ESPAÑOL
ENGLISH
PORTUGUÊS
PORTUGUÊS-BRASIL

Artigos Relacionados

Este sitio web utiliza cookies, tanto propias como de terceros, para recopilar información estadística sobre su navegación. Si continúa navegando, consideramos que acepta su uso.

ACEPTAR
Aviso de cookies