17 December 2014

V Estudo sobre as relações empresa-governo em América Latina, Espanha e Portugal

A credibilidade das instituições não está passando por seu melhor momento. Assim, o nível de confiança tanto de empresários como de políticos nas instituições em América Latina, Espanha e Portugal é consideravelmente baixo. No entanto, o grau de desconfiança varia segundo o país e, sobretudo, segundo a consideração entre instituições públicas e privadas.

Enquanto na América Latina são as instituições privadas (bancos, imprensa, sindicatos, organizações empresariais) que geram uma confiança muito maior no geral, na Espanha e em Portugal as instituições públicas (governo, partidos políticos, justiça, exército) têm em maior estima no que se refere a confiança.

Este estudo elaborado pela d+i LLORENTE & CUENCA junto com a Inmark Estudios y Estrategias, e com a colaboração na Espanha da APD, se aprofunda nas complexas relações existentes entre as empresas e os governos de 9 países de América Latina, Espanha e Portugal.

Tanto políticos como empresários consideram que é uma necessidade trabalhar para conseguir que as relações existentes sejam mais fluentes, embora são os políticos que parecem estar mais satisfeitos do que os empresários acerca do nível das mesmas, enquanto estes últimos se mostram mais críticos ao considerar que não são levados em conta no desenvolvimento das políticas econômicas.

Joan Navarro, Sócio e Vice-Presidente de Assuntos Públicos da LLORENTE & CUENCA

ESPAÑOL
ENGLISH
PORTUGUÊS
PORTUGUÊS-BRASIL

Artigos Relacionados

Este sitio web utiliza cookies, tanto propias como de terceros, para recopilar información estadística sobre su navegación. Si continúa navegando, consideramos que acepta su uso.

ACEPTAR
Aviso de cookies