11 March 2015

América Latina: mudanças ante a continuidade de 2014

Ao fazer um balanço do que ocorreu na América Latina em 2014, descobrimos que as mudanças parecem se impor à continuidade. Nos últimos anos, a região viveu uma autêntica revolução que afetou tanto o modelo econômico, social e de desenvolvimento, como o modelo político predominante, e que veio, além disso, acompanhado de profundas mudanças culturais.

No panorama político-eleitoral, este foi o primeiro de um novo ciclo na região: no âmbito social, houve a irrupção e consolidação das classes médias, assim como uma mudança de rumo nas mobilizações indígenas, com uma agenda muito mais extensa e interesses mais amplos; no religioso, a diversificação se impõe à tradicional homogeneidade vinculada ao catolicismo; no campo das infraestruturas, a América Latina está descobrindo a oportunidade que apostar nelas representa para a consolidação de seu avanço em direção ao desenvolvimento integral; e, quanto à tributação, está diminuindo a lacuna existente entre as receitas fiscais e as despesas.

Esta compilação de relatórios regionais mostra a situação atual de uma América Latina que encara um panorama onde as mudanças se sucedem de forma evidente. Apresenta-se diante de nós uma região em constante mutação, muito mais complexa, com maiores tensões e reivindicações das classes médias e dos setores populares onde as mudanças, tanto no campo social como econômico, se impõem de maneira taxativa à continuidade.

Jorge Cachinero, Diretor Corporativo de Inovação da LLORENTE & CUENCA

ESPAÑOL
ENGLISH
PORTUGUÊS
PORTUGUÊS-BRASIL

Artigos Relacionados

Este sitio web utiliza cookies, tanto propias como de terceros, para recopilar información estadística sobre su navegación. Si continúa navegando, consideramos que acepta su uso.

ACEPTAR
Aviso de cookies